Buscar
  • Observatório Ornitológico Nascentes do Iguaçu

Agora, somos RPPN

Atualizado: 13 de jul.

O Diário Oficial do Executivo do Estado do Paraná acaba de publicar a edição digital número 11214, de 11 de julho de 2022 (páginas 42-43), na qual está publicada a portaria n° 222, de 8 de julho de 2022, do Instituto Água e Terra (IAT), reconhecendo o Observatório Ornitológico Nascentes do Iguaçu como Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN). A partir de agora, na condição de área oficialmente protegida, a reserva passa a integrar o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (SNUC).


“Com a criação da RPPN, concretizamos o sonho de perpetuarmos para as futuras gerações este espaço natural tão importante pelo patrimônio biológico que abriga, sobretudo a diversidade de aves, mas também uma infinidade de outras formas de vida animal e vegetal”, discorre Carlos Amaral, idealizador e proprietário do Observatório.


Outros benefícios ecológicos, sociais e econômicos também são gerados pela reserva, no olhar de Elisabeth Gebauer, proprietária da área e esposa de Carlos Amaral. “Já mapeamos aqui na área algumas nascentes, sendo apenas uma avaliada e certificada, com capacidade de vazão de 360 litros por hora, comprovando a abundância de recursos hídricos".



Após a criação da RPPN, um dos próximos passos que o casal pretende dar será a elaboração do Plano de Manejo. Trata-se de um processo de diagnóstico, estudos e análises para zoneamento e gestão da reserva. A partir de 2023, a RPPN também irá gerar receitas financeiras para a prefeitura de Piraquara. Isso ocorre graças ao ICMS Ecológico, mecanismo criado pelo Governo do Paraná em benefício de municípios que incentivem e mantenham Unidades de Conservação em seu território.


Leia mais:

· Neste link, conheça o documento que descreve as características biológicas, físicas e institucionais do Observatório Ornitológico. Este documento foi encaminhado ao Instituto Água e Terra como subsídio para criação da RPPN;

· Neste segundo link, veja as contribuições da área para políticas públicas e outros esforços no Brasil para a conservação da biodiversidade;

· E, no website, visite de novo as páginas Avifauna, Meio físico e biológico e Estrutura para conhecer mais detalhes da reserva.

24 visualizações